sexta-feira, 13 de dezembro de 2013

CASA AFOGADA SEGUE EM EXIBIÇÃO NA 41ª EDIÇÃO DO CURTA NAS TELAS ACOMPANHANDO CULTUADO FILME CHINÊS

O filme CASA AFOGADA, de Gilson Vargas, segue em exibição, pelo projeto Curta nas Telas, até 19 de dezembro de 2013. As exibições ocorrem na Sala 3 do GNC Moinhos, nas sessões das 18h50 e 21h35, acompanhando o longa-metragem Um Toque de Pecado (Tian Zhu Ding), de Jia Zhang-ke.

Vencedor de três Kikitos e quatro prêmios Assembléia Legislativa de Cinema do Festival de Gramado de 2012, Casa Afogada traz a luta de um homem, interpretado por Zé da Terreira, para manter sua casa construída sobre palafitas enquanto as águas se tornam revoltas. Com uma narrativa livre, apoiada em uma poesia visual singular, o filme de Gilson Vargas explora sensações distintas que intensificam a relação entre memória e sobrevivência na desgastante tarefa do personagem.  
CASA AFOGADA, de Gilson Vargas (Rio Grande do Sul, ficção, 14 minutos, 35mm, 2011). Censura livre.
Ficha Técnica – Roteiro e Direção: Gilson Vargas / Direção de Fotografia: Bruno Polidoro / Montagem: Vicente Moreno / Empresa produtora: Pata Negra / Elenco: Zé da Terreira.

Os próximos selecionados na 41ª edição do Curta nas Telas a entrar em cartaz serão:

DEPOIS DO ALMOÇO, de Rodrigo Diaz – 10 a 23 de janeiro de 2014, no Arcoiris Cinema.
FUNERAL À CIGANA, de Fernando Honesko – 24 de janeiro a 6 de fevereiro de 2014, no Cineflix.
5 HORAS RUMO NORTE, de Paula Sabbaga – 7 a 20 de fevereiro de 2014, no Cinemark.
UMA PRIMAVERA, de Gabriela Almeida – 21 de fevereiro a 6 de março de 2014, no Cinespaço Wallig.
PIOVE, IL FILM DE PIO, de Thiago Mendonça – 7 a 20 de março de 2014, na Cinemateca Paulo Amorim.
LINEAR, de Amir Admoni – 21 de março a 3 de abril de 2014, no Guion.
MEMÓRIAS EXTERNAS DE UMA MULHER SERRILHADA, de Eduardo Kishimoto – 4 a 17 de abril de 2014, no Espaço Itaú de Cinema.
CHAPA, de Thiago Ricarte – 18 de abril a 1º de maio de 2014, no GNC Moinhos.
A DESCOBERTA, de Ernesto Molinero –  2 a 15 de maio de 2014, no Cinemark.
DIA ESTRELADO, de Nara Normande – 16 a 29 de maio de 2014, no Cineflix.

quarta-feira, 11 de dezembro de 2013

O PREMIADO CASA AFOGADA LEVA AO CURTA NAS TELAS A POESIA VISUAL DO CINEMA GAÚCHO CONTEMPORÂNEO

O projeto Curta nas Telas apresenta, de 6 a 12 de dezembro de 2013, o filme CASA AFOGADA, de Gilson Vargas. As exibições ocorrem na Sala 3 do GNC Moinhos, nas sessões das 19h20 e 21h40, acompanhando o longa-metragem À Procura do Amor (Enough Said), de Nicole Holofcener. O documentário URBE segue em exibição até o dia 12 de dezembro, na Sala 3 do Espaço Itaú, antecedendo todas as sessões do longa Crô – O Filme, de Bruno Barreto.

Vencedor de três Kikitos e quatro prêmios Assembléia Legislativa de Cinema do Festival de Gramado de 2012, Casa Afogada traz a luta de um homem, interpretado por Zé da Terreira, para manter sua casa construída sobre palafitas enquanto as águas se tornam revoltas. Com uma narrativa livre, apoiada em uma poesia visual singular, o filme de Gilson Vargas explora sensações distintas que intensificam a relação entre memória e sobrevivência na desgastante tarefa do personagem.
CASA AFOGADA, de Gilson Vargas (Rio Grande do Sul, ficção, 14 minutos, 35mm, 2011). Censura livre.
Ficha Técnica – Roteiro e Direção: Gilson Vargas / Direção de Fotografia: Bruno Polidoro / Montagem: Vicente Moreno / Empresa produtora: Pata Negra / Elenco: Zé da Terreira.

URBE é um documentário sobre uma cidade e sua alma. A presença da vida e da morte nos centros urbanos contemporâneos. Uma reflexão sobre as raízes das cidades e os sentimentos de seus habitantes em um mosaico de situações sublimes e trágicas do cotidiano. A exemplo das célebres sinfonias sobre cidades realizadas pelo cinema de vanguarda nos anos 20, como Berlim – Sinfonia de uma Metrópole e Paris que Dorme, o diretor Marcos Pimentel realiza um ensaio poético e musical sobre a vida na metrópole.

URBE, de Marcos Pimentel (Minas Gerais, documentário, 15 minutos, 35mm, 2009). Censura livre.
Ficha Técnica – Roteiro, Direção e Executiva: Marcos Pimentel / Direção de Fotografia: Mauro Pianta / Montagem: Horácio Velásquez.

 Os doze curtas selecionados na 41ª edição estarão em exibição até 20 de maio de 2014.

Os próximos selecionados na 41ª edição do Curta nas Telas a entrar em cartaz serão:

DEPOIS DO ALMOÇO, de Rodrigo Diaz – 10 a 23 de janeiro de 2014, no Arcoiris Cinema.
FUNERAL À CIGANA, de Fernando Honesko – 24 de janeiro a 6 de fevereiro de 2014, no Cineflix.
5 HORAS RUMO NORTE, de Paula Sabbaga – 7 a 20 de fevereiro de 2014, no Cinemark.
UMA PRIMAVERA, de Gabriela Almeida – 21 de fevereiro a 6 de março de 2014, no Cinespaço Wallig.
PIOVE, IL FILM DE PIO, de Thiago Mendonça – 7 a 20 de março de 2014, na Cinemateca Paulo Amorim.
LINEAR, de Amir Admoni – 21 de março a 3 de abril de 2014, no Guion.
MEMÓRIAS EXTERNAS DE UMA MULHER SERRILHADA, de Eduardo Kishimoto – 4 a 17 de abril de 2014, no Espaço Itaú de Cinema.
CHAPA, de Thiago Ricarte – 18 de abril a 1º de maio de 2014, no GNC Moinhos.
A DESCOBERTA, de Ernesto Molinero –  2 a 15 de maio de 2014, no Cinemark.
DIA ESTRELADO, de Nara Normande – 16 a 29 de maio de 2014, no Cineflix.

quinta-feira, 28 de novembro de 2013

O DOCUMENTÁRIO URBE ABRE AS EXIBIÇÕES DA 41 ª EDIÇÃO DO CURTA NAS TELAS RETRATANDO A CIDADE ATRAVÉS DE UM MOSAICO POÉTICO DO COTIDIANO

O projeto Curta nas Telas apresenta, de 29 de novembro a 12 de dezembro de 2013, o documentário URBE, de Marcos Pimentel. As exibições ocorrem na Sala 7 do Espaço Itaú de Cinema, em todas as sessões do longa Crô – o Filme, de Bruno Barreto.  

URBE é o primeiro filme a ser exibido dos doze curtas-metragens selecionados que compõem a 41ª edição do Curta nas Telas. Um documentário sobre uma cidade e sua alma. A presença da vida e da morte nos centros urbanos contemporâneos. Uma reflexão sobre as raízes das cidades e os sentimentos de seus habitantes em um mosaico de situações sublimes e trágicas do cotidiano. A exemplo das célebres sinfonias sobre cidades realizadas pelo cinema de vanguarda nos anos 20, como Berlim – Sinfonia de uma Metrópole e Paris que Dorme, o diretor Marcos Pimentel realiza um ensaio poético e musical sobre a vida na metrópole.
URBE, de Marcos Pimentel (Minas Gerais, documentário, 15 minutos, 35mm, 2009). Censura livre.
Ficha Técnica – Roteiro, Direção e Executiva: Marcos Pimentel / Direção de Fotografia: Mauro Pianta / Montagem: Horácio Velásquez.

Os próximos selecionados na 41ª edição do Curta nas Telas a entrar em cartaz serão:

CASA AFOGADA, de Gilson Vargas – 6 a 19 de dezembro de 2013, no GNC Moinhos.
DEPOIS DO ALMOÇO, de Rodrigo Diaz – 10 a 23 de janeiro de 2014, no Arcoiris Cinema.
FUNERAL À CIGANA, de Fernando Honesko – 24 de janeiro a 6 de fevereiro de 2014, no Cineflix.
5 HORAS RUMO NORTE, de Paula Sabbaga – 7 a 20 de fevereiro de 2014, no Cinemark.
UMA PRIMAVERA, de Gabriela Almeida – 21 de fevereiro a 6 de março de 2014, no Cinespaço Wallig.
PIOVE, IL FILM DE PIO, de Thiago Mendonça – 7 a 20 de março de 2014, na Cinemateca Paulo Amorim.
LINEAR, de Amir Admoni – 21 de março a 3 de abril de 2014, no Guion.
MEMÓRIAS EXTERNAS DE UMA MULHER SERRILHADA, de Eduardo Kishimoto – 4 a 17 de abril de 2014, no Espaço Itaú de Cinema.
CHAPA, de Thiago Ricarte – 18 de abril a 1º de maio de 2014, no GNC Moinhos

terça-feira, 22 de outubro de 2013

FILMES SELECIONADOS NA 41ª EDIÇÃO DO CURTA NAS TELAS

41ª Edição do Curta nas Telas
A seleção de curtas da 41ª Edição do Curta nas Telas foi realizada em  18 de outubro de 2013, tendo selecionado doze filmes de curta-metragem, dentre os 41 inscritos. A Comissão de Seleção foi constituída por Marcus Mello, representando a Secretaria Municipal da Cultura de Porto Alegre; Hiron Goidanich, o Sindicato das Empresas Exibidoras do Rio Grande do Sul; Daniel Laimer, a Associação Profissional dos Técnicos Cinematográficos do Rio Grande do Sul e Brasileira de Documentaristas (APTC – ABD/RS); Daniel Feix, a Imprensa Especializada; e Sofia Cavedon, a Câmara de Vereadores de Porto Alegre.

Os curtas selecionados entrarão em cartaz a partir de novembro de 2013. 

Aguarde divulgação e confira os filmes selecionados.


FILMES SELECIONADOS NA 41ª EDIÇÃO DO CURTA NAS TELAS


DEPOIS DO ALMOÇO, de Rodrigo Diaz (São Paulo, ficção, 13 minutos, 35mm, 2010). Classificação indicativa 14 anos.
Sinopse Um típico almoço de domingo entre amigos maridos entretidos com o futebol, pequenas discussões com os filhos, esposas levemente alteradas. Até que alguns segredinhos são revelados, entre eles um sonho erótico capaz de mudar o rumo dessa prosa.
Ficha Técnica – Direção: Rodrigo Diaz / Roteiro: Elzemann Neves / Produção Executiva: Paula Pripas / Direção de Fotografia: Carlos Firmino / Montagem: Rodrigo Diaz / Empresa produtora: Filmes de Abril / Elenco: Lulu Pavarin e Gilda Nomacce.


MEMÓRIAS EXTERNAS DE UMA MULHER SERRILHADA, de Eduardo Kishimoto (São Paulo, ficção, 15 minutos, 35mm, 2011). Classificação indicativa 16 anos.
Sinopse Fragmentos digitais da intimidade de Josi.
Ficha Técnica – Roteiro, Direção, Montagem: Eduardo Kishimoto / Produção Executiva: Daniel Chaia / Direção de Fotografia: Carlos Firmino / Empresa produtora: Bola Oito Produções / Elenco: Ana Georgina Castro, Wendy Bassi, Fábio Nassar, Rafael Morpanini e Paolo Gregori.


URBE, de Marcos Pimentel (Minas Gerais, documentário, 15 minutos, 35mm, 2009). Censura livre.
Sinopse Um documentário sobre uma cidade e sua alma. A presença da vida e da morte nos centros urbanos contemporâneos. Uma reflexão sobre as raízes das cidades e os sentimentos de seus habitantes. 
Ficha Técnica – Roteiro, Direção e Executiva: Marcos Pimentel / Direção de Fotografia: Mauro Pianta / Montagem: Horácio Velásquez.


A DESCOBERTA, de Ernesto Molinero (Bahia, ficção, 15 minutos, 35mm, 2012). Censura livre.
Sinopse Em uma pequena cidade, um menino não entende porque seu cachorro desapareceu. Enquanto ele tem que se desfazer dos objetos do melhor amigo, vai mergulhar no mistério da morte.
Ficha Técnica – Direção: Ernesto Molinero / Roteiro: Haroldo Borges e Paula Gomes / Produção Executiva: Paula Gomes / Direção de Fotografia: Haroldo Borges e Remo Albornoz / Montagem: Ricardo Laranjeiras / Elenco: Ian Laborda, Virgínia Luz, Adson Pereira e Alda de Souza.

UMA PRIMAVERA, de Gabriela Amaral Almeida (São Paulo, ficção, 15 minutos, 35mm, 2011). Censura livre.
Sinopse No aniversário de 13 anos de Lara, sua mãe a leva para um piquenique no parque. Tudo vai bem até a menina desaparecer, deixando a mãe no mais completo desespero. 
Ficha Técnica Roteiro e Direção: Gabriela Amaral Almeida / Produção Executiva: Rodrigo Sarti Werthein e Rune Tavares / Direção de Fotografia: Matheus Rocha / Montagem: Marco Dutra / Empresa produtora: Acere Produção Artística / Elenco: Lúcia Romano, Natália Paz Parnes,  Mauro Schames,  Eduardo Gomes,  Paula Cohen,  Lucca Almeida e Caio Barros.

PIOVE, IL FILM DE PIO, de Thiago Mendonça (São Paulo, documentário, 15 minutos, 35mm, 2012). Censura livre.
Sinopse Um retrato de Pio Zamuner, cineasta esquecido que dirigiu os 12 últimos filmes do comediante Mazzaropi. Uma relação se estabelece entre dois diretores e surge o retrato de uma paixão compartilhada por duas gerações em um botequim da Boca. Mas quem dirige quem?
Ficha Técnica – Direção e Montagem: Thiago Mendonça / Roteiro: Rodrigo S. Cintra e Thiago Mendonça / Produção Executiva: Renata Jardim, Leandro Safatle e Rafael Terpins / Direção de Fotografia: André Carvalheira / Empresa produtora: Memória Viva.


LINEAR, de Amir Admoni (São Paulo, animação, 6 minutos, 35mm, 2012). Censura livre.
Sinopse A linha é um ponto que saiu caminhando.
Ficha Técnica – Direção e Edição: Amir Admoni / Roteiro: Amir Admoni e Fabito Rychter / Produção Executiva: Rogério Nunes / Direção de Fotografia: Newton Leitão Animação: Amir Admoni, Thiago Martins , Fabio Yamaji / Empresa produtora: Estúdio Admoni / Elenco: Marcos de Andrade e Roberta Zago.
 
FUNERAL À CIGANA, de Fernando Honesko (São Paulo, ficção, 15 minutos, 35mm, 2012). Censura livre.
Sinopse A pedido de sua mãe, o cigano Sandro deve transportar o corpo de seu falecido pai para a cidade natal dele. Abordados em um posto policial, Sandro e sua família enfrentam dificuldades legais para cumprir suas tradições.
Ficha Técnica – Roteiro e Direção: Fernando Honesko / Produção Executiva: Luiz Ferraz, Gal Buitoni e Carol Scalice / Direção de Fotografia: Edu Piagge / Montagem: Oswaldo Santana / Empresa produtora: Olé Produções  / Elenco: Sandro Soares, Germano Mello, Zenilda Silva e Carrero Soares.



5 HORAS RUMO NORTE, de Paula Sabbaga (São Paulo, ficção, 15 minutos, 35mm, 2012). Censura livre.
Sinopse Téo viaja com sua família para se despedir do pai.
Ficha Técnica – Roteiro e Direção: Paula Sabbaga / Produção Executiva: Tayla Tzirulnik / Direção de Fotografia: Maria Alice Arida / Montagem: Henrique Valente / Empresas produtoras: Tango Zulu Filmes e FAAP  / Elenco: Imara Reis, Carol Brada,  Gabriel B. Dias e Camila Possolo.

CASA AFOGADA, de Gilson Vargas (Rio Grande do Sul, ficção, 14 minutos, 35mm, 2011). Censura livre.
Sinopse Um homem vive recluso em uma casa sobre palafitas. Subitamente as águas tornam-se revoltas e ele precisa lutar para manter sua casa, suas memórias e seu último refúgio.
Ficha Técnica – Roteiro e Direção: Gilson Vargas / Direção de Fotografia: Bruno Polidoro / Montagem: Vicente Moreno / Empresa produtora: Pata Negra / Elenco: Zé da Terreira.


DIA ESTRELADO, de Nara Normande (Pernanbuco, animação, 17 minutos, 35mm, 2011). Censura livre.
Sinopse Em um lugar inóspito, um menino e sua família lutam pela sobrevivência. 
Ficha Técnica – Roteiro e Direção: Nara Normande / Produção Executiva:  Livia de Melo / Direção de Fotografia: Marcelo Lordello / Montagem: João Maria e Eduardo Serrano / Animação: Diego Akel, Diego Mascaro, Fábio Yamaji,Maurício Nunes, Nara Normande e Renata Claus  /  Empresas produtoras: Garça Torta e Trincheira.


CHAPA, de Thiago Ricarte (São Paulo, ficção, 15 minutos, 35mm, 2009). Censura livre.
Sinopse Antônio, um trabalhador informal de beira de estrada, quebra a rotina para esperar a visita de sua filha. 
Ficha Técnica – Direção: Thiago Ricarte / Roteiro:  Lima Ricos  / Produção Executiva: Fundação Armando Álvares Penteado (Faap)  / Direção de Fotografia: Renato Coelho / Montagem:  Gabriel Meirelles Pinto  / Escola produtora: FAAP / Elenco: Fernando Gianonni, Gabrielle Passarelli, Helias Neto, Jéssica Barbosa, Lenice Ricarte, Luis Henrique Hernandes, Marcos Pascotto, Melina Anthis, Rafael Sadocco, Raquel Barbosa, Rogério de Oliveira, Sonia Hernandes, Vitor morbin, Walter Girardelli, Zeca Auricchio. 

quarta-feira, 26 de junho de 2013

INSCRIÇÕES PARA A 41ª EDIÇÃO DO CURTA NAS TELAS

CLIQUE NA IMAGEM E ACESSE O REGULAMENTO

A Secretaria da Cultura de Porto Alegre informa que, até o dia 6 de setembro de 2013, estarão abertas as  inscrições para a 41ª edição do Concurso Curta nas Telas.

Poderão participar filmes nacionais de curta-metragem que tenham cópia em boas condições na bitola 35 mm, com duração de até 15 (quinze) minutos, sem considerar o tempo de duração dos créditos finais. 

Tendo em vista que as salas de cinema de Porto Alegre ainda não possuem um sistema padronizado de exibição digital, e que esta transição ainda vai se estender por mais alguns meses, no presente Edital não serão aceitos filmes que não tenham sido finalizados em 35mm.

A premiação consistirá na exibição dos filmes selecionados, pelo período de 14 dias, no circuito comercial de cinemas de Porto Alegre, em sistema de rodízio entre as salas e no pagamento do direito de exibição, pela Secretaria Municipal da Cultura, no valor de R$ 2.000,00.

Sobre o Curta nas Telas

O projeto Curta nas Telas é decorrente de parceria entre a Prefeitura Municipal de Porto Alegre, o Sindicato das Empresas Exibidoras do Rio Grande do Sul e a Associação Profissional dos Técnicos Cinematográficos do Rio Grande do Sul e Brasileira de Documentaristas (APTC – ABD/RS).  

Em 40 edições, foram exibidos 283 curtas de todo o Brasil nas principais salas de cinema de Porto Alegre.

Informações na Coordenação de Cinema, Vídeo e Fotografia (CCVF) 
(51) 3289-8137 e (51) 3289-813

O Regulamento e a Ficha de Inscrição está disponível no portal

ou poderá ser solicitado pelo e-mail

curtanastelas@smc.prefpoa.com.br 

quinta-feira, 20 de junho de 2013

MISTO DE DOCUMENTÁRIO E FICÇÃO ENCERRA AS EXIBIÇÕES DA 40ª EDIÇÃO DO CURTA NAS TELAS

O projeto  Curta nas Telas segue sendo exibido, de 21 a 27 de junho de 2013, a produção A GALINHA QUE BURLOU O SISTEMA, de Quico Meirelles. As exibições ocorrem na Sala 5 do Espaço Itaú de Cinema, nas sessões das 14h, 16h, 18h, 20h e 22h, acompanhando o longa Se Beber, Não Case – Parte III (The Hangover – Part III), de Todd Phillips.



Entre as milhares de galinhas de uma granja, uma em especial é acometida por uma epifania ao se tornar consciente de seu cruel destino. Ao contrário de suas companheiras, ela projeta um futuro além das cercas e paredes que a oprimem. O despertar da consciência faz a galinha iluminada lutar contra as engrenagens do sistema numa tentativa de modificar o inevitável propósito de sua existência. Para isso é preciso superar suas angústias e elaborar um audacioso plano de fuga.


A Galinha que Burlou o Sistema venceu os prêmios Aquisição Canal Brasil, no Cine Ceará, e Uso Inventivo da Linguagem Cinematográfica no Envirofilm (Eslováquia).

Segundo Quico Meirelles, o jovem diretor do curta (que é filho do cineasta Fernando Meirelles), a ideia do filme era “trabalhar essa visão particular da galinha, que tem uma existência totalmente programada, horas de vida absolutamente contadas, refeições (recheadas de antibióticos) planejadas, tempo (curto) de sono calculado. Tudo segue um padrão. Nesse sentido, traça-se um paralelo com a humanidade (sutil e não explícito, através de ironias e imagens sugeridas, sem ela falar diretamente dos humanos nem para os humanos, tudo num tom mais de fábula) e o modo como estamos vivendo atualmente, levando vidas praticamente tão inalteradas e sem mudanças quanto a dessa heroína inesperada. Estamos sempre em ambientes lotados, doentes em algum nível, estressados ou super-exigidos em outro”.


A GALINHA QUE BURLOU O SISTEMA, de Quico Meirelles (São Paulo, ficção /documentário, 15 minutos, 35mm, 2012). Classificação indicativa 12 anos.

Ficha Técnica – Direção: Quico Meirelles / Roteiro: Ana Durães e Quico Meirelles / Produção: Eduardo Prado e Bia Crespo / Direção de Fotografia: Cauê Laratta / Montagem: Alison Zago/ Empresas produtoras: Departamento de Cinema, Rádio e TV – Universidade de São Paulo e O2Filmes / Narração: Cecília Homem de Melo.


As inscrições para a 41ª edição do Curta nas Telas estarão abertas no período de 15 de julho a 6 de setembro de 2013.

quinta-feira, 13 de junho de 2013

MISTO DE DOCUMENTÁRIO E FICÇÃO ENCERRA AS EXIBIÇÕES DA 40ª EDIÇÃO DO CURTA NAS TELAS

O projeto Curta nas Telas apresenta, de 14 de junho a 20 de junho de 2013, a produção A GALINHA QUE BURLOU O SISTEMA, de Quico Meirelles. As exibições ocorrem na Sala 7 do Espaço Itaú de Cinema, nas sessões das 14h, 16h, 18h, 20h e 22h, acompanhando o longa Um Golpe Perfeito (Gambit), de Michael Hoffman. No dia 15, sábado, sessão também às 11h.

Entre as milhares de galinhas de uma granja, uma em especial é acometida por uma epifania ao se tornar consciente de seu cruel destino. Ao contrário de suas companheiras, ela projeta um futuro além das cercas e paredes que a oprimem. O despertar da consciência faz a galinha iluminada lutar contra as engrenagens do sistema numa tentativa de modificar o inevitável propósito de sua existência. Para isso é preciso superar suas angústias e elaborar um audacioso plano de fuga.

A Galinha que Burlou o Sistema venceu os prêmios Aquisição Canal Brasil, no Cine Ceará, e Uso Inventivo da Linguagem Cinematográfica no Envirofilm (Eslováquia).
Segundo Quico Meirelles, o jovem diretor do curta (que é filho do cineasta Fernando Meirelles), a ideia do filme era “trabalhar essa visão particular da galinha, que tem uma existência totalmente programada, horas de vida absolutamente contadas, refeições (recheadas de antibióticos) planejadas, tempo (curto) de sono calculado. Tudo segue um padrão. Nesse sentido, traça-se um paralelo com a humanidade (sutil e não explícito, através de ironias e imagens sugeridas, sem ela falar diretamente dos humanos nem para os humanos, tudo num tom mais de fábula) e o modo como estamos vivendo atualmente, levando vidas praticamente tão inalteradas e sem mudanças quanto a dessa heroína inesperada. Estamos sempre em ambientes lotados, doentes em algum nível, estressados ou super-exigidos em outro”.

A GALINHA QUE BURLOU O SISTEMA, de Quico Meirelles (São Paulo, ficção /documentário, 15 minutos, 35mm, 2012). Classificação indicativa 12 anos.
Ficha Técnica – Direção: Quico Meirelles / Roteiro: Ana Durães e Quico Meirelles / Produção: Eduardo Prado e Bia Crespo / Direção de Fotografia: Cauê Laratta / Montagem: Alison Zago/ Empresas produtoras: Departamento de Cinema, Rádio e TV – Universidade de São Paulo e O2Filmes / Narração: Cecília Homem de Melo.

As inscrições para a 41ª edição do Curta nas Telas estarão abertas no período de 15 de julho a 6 de setembro de 2013.

quinta-feira, 6 de junho de 2013

ÚLTIMOS DIAS SEGUE EM CARTAZ NO CURTA NAS TELAS

O projeto  Curta nas Telas segue exibindo, até 13 de junho, a produção ÚLTIMOS DIAS, de Yves Moura. As exibições ocorrem na Sala 1 do GNC Moinhos, nas sessões das 19h10, acompanhando o longa Camille Outra Vez (Camille Redouble, 2012), de Noémie Lvovsky; e às 21h50, acompanhando o longa Terapia de Risco (Side Effects), de Steven Soderbergh. 



O curta-metragem de Yves Moura lança um olhar melancólico sobre o último dia de funcionamento de um restaurante no Rio de Janeiro. Enquanto os funcionários e o proprietário cumprem suas obrigações com resignação, uma antiga cliente faz uma última e triste refeição numa tarde chuvosa.



ÚLTIMOS DIAS, de Yves Moura (Rio de Janeiro, ficção, 15 minutos, 35mm, 2010). Censura livre.
Ficha Técnica Roteiro e Direção: Yves Moura / Produção Executiva: Fernanda Teixeira e Yves Moura/ Direção de Fotografia: Haroldo Borges / Montagem: Fernanda Teixeira/ Empresa produtora: Buendía Filmes/ Empresa co-produtora: Cavídeo / Elenco: Renan Monteiro, Hebe Cabral, Silvio Matos e Abelardo de Carvalho.


O próximo selecionado na 40ª edição do Curta nas Telas a entrar em cartaz será:

A Galinha Que Burlou o Sistema, de Quico Meirelles – 14 a 27 de junho de 2013, no Espaço Itaú de Cinema.


sexta-feira, 31 de maio de 2013

UM DRAMA MELANCÓLICO EM CARTAZ NO CURTA NAS TELAS

O projeto Curta nas Telas apresenta, de 31 de maio a 13 de junho, a produção ÚLTIMOS DIAS, de Yves Moura. As exibições ocorrem na Sala 1 do GNC Moinhos, nas sessões das 19h e 21h40, acompanhando o longa Camille Outra Vez (Camille Redouble, 2012), de Noémie Lvovsky.

O curta-metragem de Yves Moura lança um olhar melancólico sobre o último dia de funcionamento de um restaurante no Rio de Janeiro. Enquanto os funcionários e o proprietário cumprem suas obrigações com resignação, uma antiga cliente faz uma última e triste refeição numa tarde chuvosa.

ÚLTIMOS DIAS, de Yves Moura (Rio de Janeiro, ficção, 15 minutos, 35mm, 2010). Censura livre.
Ficha Técnica Roteiro e Direção: Yves Moura / Produção Executiva: Fernanda Teixeira e Yves Moura/ Direção de Fotografia: Haroldo Borges / Montagem: Fernanda Teixeira/ Empresa produtora: Buendía Filmes/ Empresa co-produtora: Cavídeo / Elenco: Renan Monteiro, Hebe Cabral, Silvio Matos e Abelardo de Carvalho.

O próximo selecionado na 40ª edição do Curta nas Telas a entrar em cartaz será:
A Galinha Que Burlou o Sistema, de Quico Meirelles – 14 a 27 de junho de 2013, no Espaço Itaú de Cinema.

quinta-feira, 23 de maio de 2013

O CURTA SOFÁ VERDE SEGUE EM EXIBIÇÃO


O projeto Curta nas Telas segue exibindo, de 24 a 30 de maio, a produção gaúcha SOFÁ VERDE, de Arno Schuh e Lucas Cassales. As exibições ocorrem na Sala 6 do Cinemark Ipiranga, na sessão das 19h40, acompanhando o longa Giovanni Improtta, de José Wilker.  

Dois jovens cruzam a cidade carregando um sofá verde. À inusitada marcha soma-se a estranha iconografia da cidade. Poesia visual entre ruas abandonadas, edifícios cinzas, um sofá verde e o céu azul. Um curta singular, realizado por alunos do curso de cinema da PUCRS, que transforma um ato banal – carregar um sofá – em uma situação insólita, na qual se revela um olhar atento sobre as ruas de Porto Alegre.

SOFÁ VERDE, de Arno Schuh e Lucas Cassales (Porto Alegre, ficção, 8 minutos, 35mm, 2009). Censura livre.

Ficha Técnica – Direção: Arno Schuh e Lucas Cassales / Roteiro: Alexandre Kumpinski, Arno Schuh e Lucas Cassales / Direção de produção: Itamony Barros / Direção de Fotografia: Guilherme Vieira / Montagem: Arno Schuh / Empresa produtora: Famecos – PUC/RS / Elenco: Guilerme Bellini e Mathias Romanini.

Os próximos selecionados na 40ª edição do Curta nas Telas a entrar em cartaz serão:

Últimos Dias, de Yves Moura – 31 de maio a 13 de junho de 2013, no GNC
A Galinha Que Burlou o Sistema, de Quico Meirelles – 14 a 27 de junho de 2013, no Espaço Itaú de Cinema

sexta-feira, 17 de maio de 2013

CURTA MOSTRA UM PASSEIO INUSITADO PELAS RUAS DA CAPITAL GAÚCHA

O projeto Curta nas Telas apresenta, de 17 a 30 de maio, a produção gaúcha SOFÁ VERDE, de Arno Schuh e Lucas Cassales. As exibições ocorrem na Sala 1 do Cinemark Ipiranga, na sessão das 20h50, acompanhando o longa Giovanni Improtta, de José Wilker.  

Dois jovens cruzam a cidade carregando um sofá verde. À inusitada marcha soma-se a estranha iconografia da cidade. Poesia visual entre ruas abandonadas, edifícios cinzas, um sofá verde e o céu azul. Um curta singular, realizado por alunos do curso de cinema da PUCRS, que transforma um ato banal – carregar um sofá – em uma situação insólita, na qual se revela um olhar atento sobre as ruas de Porto Alegre.
SOFÁ VERDE, de Arno Schuh e Lucas Cassales (Porto Alegre, ficção, 8 minutos, 35mm, 2009). Censura livre.
Ficha Técnica – Direção: Arno Schuh e Lucas Cassales / Roteiro: Alexandre Kumpinski, Arno Schuh e Lucas Cassales / Direção de produção: Itamony Barros / Direção de Fotografia: Guilherme Vieira / Montagem: Arno Schuh / Empresa produtora: Famecos – PUC/RS / Elenco: Guilerme Bellini e Mathias Romanini.

Os próximos selecionados na 40ª edição do Curta nas Telas a entrar em cartaz serão:

Últimos Dias, de Yves Moura – 31 de maio a 13 de junho de 2013, no GNC
A Galinha Que Burlou o Sistema, de Quico Meirelles – 14 a 27 de junho de 2013, no Espaço Itaú de Cinema

sexta-feira, 10 de maio de 2013

PASSAGEIRO SEGUE EM EXIBIÇÃO NA 40ª EDIÇÃO DO CURTA NAS TELAS


O projeto Curta nas Telas segue exibindo, até o dia 16 de maio, a produção PASSAGEIRO, de Bruno Mello. As exibições ocorrem na Sala 3 do Cineflix Total, nas sessões das 13h55, 16h30, 19h15 e 21h50, acompanhando o longa Uma Ladra Sem Limites (Identity Thief), de Seth Gordon.  
Abel (Augusto Madeira) sofre de narcolepsia, o que faz com que seu cotidiano seja repleto de elipses, uma vida regida pelo adormecer abrupto. Passageiro involuntário entre o onírico e o real, um dia no metrô Abel conhece Mariana (Thiare Maia), um sopro de realidade na vida de um homem solitário que vive perdido em seus próprios sonhos.

Passageiro conquistou o Prêmio de Melhor Curta-Metragem pelo júri popular no Festival do Rio de  2011.

PASSAGEIRO, de Bruno Mello (Rio de Janeiro, ficção, 13 minutos, 35mm, 2011). Censura livre.
Ficha Técnica – Direção: Bruno Mello / Roteiro: André Pereira / Produção Executiva: André Pereira e Bruno Mello / Direção de Fotografia: Julio Costantini / Montagem: Marília Moraes / Empresa produtora: Lupa Filmes / Elenco: Augusto Madeira, Thiare Maia, Angela Rebello, Lisa Fávero e Patrick Sampaio. 

Os próximos selecionados na 40ª edição do Curta nas Telas a entrar em cartaz serão:

Sofá Verde, Arno Schuh e Lucas Cassales – 17 a 30 de maio de 2013, no Cinemark.
Últimos Dias, de Yves Moura – 31 de maio a 13 de junho de 2013, no GNC
A Galinha Que Burlou o Sistema, de Quico Meirelles – 14 a 27 de junho de 2013, no Espaço Itaú de Cinema.

quinta-feira, 2 de maio de 2013

OS PERCALÇOS DE UM NARCOLÉPTICO NO NOVO TÍTULO A ENTRAR EM EXIBIÇÃO NA 40ª EDIÇÃO DO CURTA NAS TELAS


O projeto Curta nas Telas apresenta, de 3 a 16 de maio, a produção PASSAGEIRO, de Bruno Mello. As exibições ocorrem na Sala 3 do Cineflix Total, nas sessões das 14h30, 17h, 19h30 e 21h50, acompanhando o longa Em Transe (Trance), de Danny Boyle.  

Abel (Augusto Madeira) sofre de narcolepsia, o que faz com que seu cotidiano seja repleto de elipses, uma vida regida pelo adormecer abrupto. Passageiro involuntário entre o onírico e o real, um dia no metrô Abel conhece Mariana (Thiare Maia), um sopro de realidade na vida de um homem solitário que vive perdido em seus próprios sonhos.

Passageiro conquistou o Prêmio de Melhor Curta-Metragem pelo júri popular no Festival do Rio de  2011.

PASSAGEIRO, de Bruno Mello (Rio de Janeiro, ficção, 13 minutos, 35mm, 2011). Censura livre.
Ficha Técnica – Direção: Bruno Mello / Roteiro: André Pereira / Produção Executiva: André Pereira e Bruno Mello / Direção de Fotografia: Julio Costantini / Montagem: Marília Moraes / Empresa produtora: Lupa Filmes / Elenco: Augusto Madeira, Thiare Maia, Angela Rebello, Lisa Fávero e Patrick Sampaio.
Os próximos selecionados na 40ª edição do Curta nas Telas a entrar em cartaz serão:

Sofá Verde, Arno Schuh e Lucas Cassales – 17 a 30 de maio de 2013, no Cinemark.
Últimos Dias, de Yves Moura – 31 de maio a 13 de junho de 2013, no GNC
A Galinha Que Burlou o Sistema, de Quico Meirelles – 14 a 27 de junho de 2013, no Espaço Itaú de Cinema.

quinta-feira, 25 de abril de 2013

CURTA ACOSSADA SEGUE EM CARTAZ NO CURTA NAS TELAS


O projeto Curta nas Telas segue exibindo, até 2 de maio, o curta ACOSSADA, dirigido por Karen Akerman e Karen Black. As exibições ocorrem na Sala Eduardo Hirtz da Casa de Cultura Mário Quintana, na sessão das 19h30, acompanhando o longa NO, de Pablo Larraín.  

Num delirante exercício cinemático, as diretoras Karen Akerman e Karen Black homenageiam o cinema marginal brasileiro e a nouvelle vague francesa, brincando com clichês narrativos e visuais numa trama repleta de referências cinematográficas que acompanha as desventuras de uma francesa perdida no Rio de Janeiro. A participação do emblemático cineasta Ruy Guerra faz a ponte entre duas gerações de realizadores que compartilham a busca por um cinema livre e transgressor. Prêmio de Melhor Direção e Prêmio Especial do Júri no Festival Cineesquemanovo de 2006, o filme tem cenas gravadas em Porto Alegre, no entorno da Usina do Gasômetro.
ACOSSADA, de Karen Akerman e Karen Black (Rio de Janeiro, ficção, 7 minutos, 35mm, 2006). Classificação indicativa: 16 anos.

Ficha Técnica – Roteiro, Direção, Produção Executiva e Montagem: Karen Akerman e Karen Black / Direção de Fotografia: Pedro Bronz / Empresa produtora: Cineclube pela Madrugada S/C Ltda. / Empresas co-produtoras: Cachaça Cinema Clube e Ricardo Mehedff / Elenco: Karen Akerman, Karen Black, Lourival Batista, Marlene Barros, Paulo Tiefenthaler, Nilson Gonzales, Ricardo Rodrigues, Claudio Assis e Cao Guimarães. Participação Especial: Ruy Guerra.

Os próximos selecionados na 40ª edição do Curta nas Telas a entrar em cartaz serão:

Passageiro, de Bruno Mello – 3 a 16 de maio de 2013, no Cineflix.
Sofá Verde, Arno Schuh e Lucas Cassales – 17 a 30 de maio de 2013, no Cinemark.
Últimos Dias, de Yves Moura – 31 de maio a 13 de junho de 2013, no GNC
A Galinha Que Burlou o Sistema, de Quico Meirelles – 14 a 27 de junho de 2013, no Espaço Itaú de Cinema.

quinta-feira, 18 de abril de 2013

CURTA ACOSSADA, QUE BRINCA COM REFERÊNCIAS CINEMATOGRÁFICAS, EM CARTAZ NO CURTA NAS TELAS


O projeto Curta nas Telas apresenta, no período de 19 de abril a 2 de maio, o curta ACOSSADA, dirigido por Karen Akerman e Karen Black. As exibições ocorrem na Sala Paulo Amorim da Casa de Cultura Mário Quintana, na sessão das 19h, acompanhando o longa Django Livre (Django Unchained), de Quentin Tarantino.  

Num delirante exercício cinemático, as diretoras Karen Akerman e Karen Black homenageiam o cinema marginal brasileiro e a nouvelle vague francesa, brincando com clichês narrativos e visuais numa trama repleta de referências cinematográficas que acompanha as desventuras de uma francesa perdida no Rio de Janeiro. A participação do emblemático cineasta Ruy Guerra faz a ponte entre duas gerações de realizadores que compartilham a busca por um cinema livre e transgressor. Prêmio de Melhor Direção e Prêmio Especial do Júri no Festival Cineesquemanovo de 2006, o filme tem cenas gravadas em Porto Alegre, no entorno da Usina do Gasômetro.
ACOSSADA, de Karen Akerman e Karen Black (Rio de Janeiro, ficção, 7 minutos, 35mm, 2006). Classificação indicativa: 16 anos.

Ficha Técnica – Roteiro, Direção, Produção Executiva e Montagem: Karen Akerman e Karen Black / Direção de Fotografia: Pedro Bronz / Empresa produtora: Cineclube pela Madrugada S/C Ltda. / Empresas co-produtoras: Cachaça Cinema Clube e Ricardo Mehedff / Elenco: Karen Akerman, Karen Black, Lourival Batista, Marlene Barros, Paulo Tiefenthaler, Nilson Gonzales, Ricardo Rodrigues, Claudio Assis e Cao Guimarães. Participação Especial: Ruy Guerra.

Os próximos selecionados na 40ª edição do Curta nas Telas a entrar em cartaz serão:

Passageiro, de Bruno Mello – 3 a 16 de maio de 2013, no Cineflix.
Sofá Verde, Arno Schuh e Lucas Cassales – 17 a 30 de maio de 2013, no Cinemark.
Últimos Dias, de Yves Moura – 31 de maio a 13 de junho de 2013, no GNC
A Galinha Que Burlou o Sistema, de Quico Meirelles – 14 a 27 de junho de 2013, no Espaço Itaú de Cinema.